(11) 2592-1971
(11) 2592-1971 (11) 95020-0770
SEG A SEX 9h às 19h

Horário de atendimento: Seg a Sex 9h às 19h

Se preferir, entre em contato por e-mail

BLOG

Home » Experiências de viagens » Mendoza: o que fazer e comer na cidade argentina
31/10/2019 - Publicado por Single Trips - Experiências de viagens

Mendoza: o que fazer e comer na cidade argentina

Mendoza é conhecida pelos seus vinhos e por estar aos pés da Cordilheira dos Andes. Com uma vista impressionante e uma culinária rica, a cidade argentina é um destino que tem se destacado cada vez mais e é imperdível para quem está em busca de uma experiência gastronômica.

Por isso, neste artigo separamos as melhores atrações para você visitar e pratos típicos para você experimentar enquanto estiver em Mendoza.

O que fazer

Pontos turísticos é que não faltarão, mas listamos aqui abaixo alguns que consideramos ser imperdíveis em Mendoza.

1. Visitar o centro da cidade

Quando for a Mendoza, faça um city tour ou, pelo menos, vá até o centro da cidade porque valerá a pena!

Logo no centro está o Museu de fundação, local histórico onde em 1561, Don Pedro del Castillo fundou a cidade. Atualmente neste local se encontra a Praça e o Museu da Área de Fundação, além das Ruínas Jesuítas, vestígios da cidade após um terremoto em 1861. 

Você ainda encontrará a Catedral, a Basílica de St Francis, antigo Banco Hipotecário e agora Ministério da Cultura e do Turismo, a Andean Trade e o antigo Bando de Mendoza, atualmente Espaço Contemporâneo de Arte. Fazendo o city tour, também verá a praça da Independência e Espanha, o distrito civil, a Enoteca e a Casa do Governo.

2. Parque General San Martin

O Parque General San Martin pode ser considerado o pulmão da cidade. Entre pelos famosos portões dos cavalos de Marly, Rosedal e Lake até chegar no Cerro de la Gloria, onde se encontra o monumento à San Martín e seu exército. 

Depois, vá para Challao e visite o santuário feito para a Virgem de Lourdes com uma espetacular vista das montanhas de Mendoza.

3. Tour de vinho

Não volte para casa antes de conhecer pelo menos alguma vinícola de Mendoza. A cidade é conhecida pelos seus vinhos e visitar uma de suas produtoras é um passeio delicioso, ainda mais que tem a degustação no final.

Recomendamos a vinícola Maipu & Lujan e não se esqueça de fazer a sua reserva. Uma vez lá, você acompanhará as técnicas de irrigação e secagem da terra (canais e valas) e ouvir um pouco sobre o manejo local para transformar o deserto em um produtivo oásis. 

Esta área é a casa de prestigiadas vinícolas produtoras de vinhos argentinos com reconhecimento internacional. O tour será acompanhado por um especialista em vinhos que explicará alguns processos e métodos de vinificação, engarrafamento e rotulação.

4. Andean circuit

Esse é outro passeio também imperdível! O Andean Circuit oferece uma grande variedade de cores e relevos. Nossa dica é acordar e começar logo no começo do dia. 

Cedo pela manhã ao longo do Rio Mendoza, você terá uma vista da majestosa cordilheira Cordon del Plata e a Represa de Potrerillos, uma construção colossal para geração de energia elétrica e distribuição de água para irrigação. 

Outra visita que poderá fazer é a Uspallata, construção pré-hispânica do povo Huarpes e o último ponto ao sul do Império Inca, tão distante quanto à trilha no Peru. Lá encontrará a sepultura de Uspallata, históricas construções de barro, onde o religioso Fray Luis Beltran fez uso para moldar canhões e armas. 

Depois visite as vilas de Picheuta, Polvareda, Punta de Vacas e o resort de esqui Los Penitentes. Aproveite também para usar o teleférico que tem por ali para apreciar ainda mais a bela vista da região.

No caminho, ainda encontrará Puente del Inca (obra arquitetônica natural a partir das fontes termais), o Cerro Aconcagua (o Colossus das Américas com 6.959 metros), a Laguna Horcones e o Parque Provincial Aconcagua.

Segue a rota internacional até atingir o último destino: a Vila de Las Cuevas. Com um estilo europeu, a vila está localizada à 3.200 metros de altitude. Entre a vila e o túnel internacional, está a passagem que nos permite subir ao monumento do “Cristo Redentor”, à 4.200 metros de altitude, que simboliza a união entre argentinos e chilenos.

5. Assistir o Desfile de Carrusel de Vendimia

Se for em março, essa atração merece estar no seu roteiro. Carrusel de Vendimia acontece pela manhã, em torno das 10 às 11hs e dura até aproximadamente 13h da tarde, no primeiro sábado de Março. 

É um desfile que conta com grupos de cowboys argentinos vestidos com trajes típicos montando cavalos que puxam carruagens de madeira e couro rememorando o estilo de Mendoza na época colonial. No desfile, se apresentam também colônias de outros países que residem em Mendoza exibindo seus trajes tradicionais. 

O objetivo deste desfile é apresentar a passagem do tempo na província até o grande progresso da geração atual, resultado de grande trabalho e esforço de toda a cidade.

6. Participar do Festival Nacional da Colheita da Uva

O Festival Nacional da Colheita da Uva na Argentina tem sido realizado em Mendoza por muitos anos. O evento faz parte de um grupo de festividades que celebra ao longo de 18 departamentos que compõe a província de Mendoza, durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro. As festividades terminam em um impressionante Ato Central na capital, nos primeiros dias de Março.

Por ser um evento tradicional da cidade, é imperdível! O Ato Central é um espetacular show de dança com representações artísticas de luz e som, contando com mais de mil atores no gigantesco final da apresentação. 

Mesmo que ano após ano o espetáculo seja remodelado, sempre mantém a mesma ideia de representação do passado e do presente de Mendoza. O trabalho na cidade e nas zonas áridas transformando-as em cultiváveis oásis, e, é claro, o vinho, e todo seu grande esforço. 

Na continuação tem a eleição e a coroação da Rainha da Colheita que culmina na estonteante exibição de música, cor e figuras projetadas no céu com lasers e fogos de artifício, por volta da meia-noite, por cerca de 20 minutos, iluminando todo o Teatro Grego, ao o ritmo da música.

O que comer

A culinária argentina é riquíssima e separamos alguns pratos típicos aqui para te indicar. Como já citamos o vinho, não deixamos na lista abaixo, mas se puder, faça a degustação de pelo menos um por dia.

1. Bifes de ancho e chorizo

Os bifes de chorizo e ancho são feito com contrafilé. Mas, têm as suas diferenças. Enquanto o chorizo é o miolo do contrafilé e possui uma capa de gordura, o ancho é a parte traseira desse corte e tem a gordura entremeada. 

No geral, o prato costuma ser servido com as deliciosas papas fritas (batatas fritas) como acompanhamento, que são crocantes por fora e macias por dentro, e também com molhos como o chimichurri (feito com especiarias e azeite). 

Também fique de olho se estiver escrito batata frita no cardápio. Normalmente, batatas fritas são feitas com batata doce, que também é uma delícia. Mas, caso prefira as tradicionais, peça pelas “papas fritas”.  E não se esqueça de aproveitar para pedir um vinho Malbec argentino, que harmoniza super bem com carnes vermelhas.

2. Parrillada

A parrillada é uma espécie de churrasco argentino (o churrasco tradicional é chamado de asado ou barbacoa), feito na parrilla (grelha) com lenha ao invés de carvão, o que dá um sabor diferente às carnes. 

É caracterizado pela mistura de diversos tipos de carne (bovina, cordeiro, porco, frango), além de miúdos de boi e frango e linguiças, como a murcielaga que é bem temperada e tem uma coloração escura, uma vez que é feita com sangue bovino (como o chouriço brasileiro).

3. Choripán

Outro prato bem popular é o choripán, um lanche de pão com linguiça toscana argentina, que é caracterizada pelo tempero bem marcante. Além dos restaurantes e lanchonetes, o choripán é encontrado nas barracas de ruas em toda a cidade. 

E o melhor, sempre com preços atrativos. O lanche é feito com pão francês, linguiça assada e o tradicional molho chimichurri. Você pode acrescentar ainda queijo, vinagrete e outros molhos.

4. Empanada

A empanada é considerada um dos pratos mais democráticos. Isso porque, o salgado (uma espécie de esfiha) possui diversos sabores com e sem carne e versões fritas e assadas. 

Além da tradicional feita com carne, também há de queijo, queijo com milho, queijo e presunto, e também as de verduras, recheadas com espinafre ou escarola.

5. Medialuna

A medialuna lembra um croissant por conta do formato de meia lua (daí o nome), mas a semelhança para por aí. Enquanto croissant tem uma textura mais folheada, a medialuna é mais macia e também um pouco mais doce.

6. Locro

É como se fosse uma feijoada argentina. O locro é um ensopado à base de abóbora, feijão e milho. Super tradicional e está sempre presente nas comemorações pátrias do país.

7. Sorrentino

É uma espécie de ravioli, mas mais gordinho e bem mais recheado. Os recheios são os mais variados possíveis: presunto e queijo, legumes, caprese e etc.

8. Alfajor

Um doce feito com camadas de uma espécie de bolacha à base de mel, recheada com doce de leite e coberta com chocolate ao leite. O alfajor tem variações de recheio e coberturas, sendo o de doce de leite com chocolate o mais comum.

9. Doce de leite

Presente nos cafés da manhã, são uma ótima combinação com a medialuna – e nas sobremesas em geral. Ele é mais escuro e denso do que os que estamos acostumados por conta da diferença no jeito de produzir, e ainda tem um gostinho de baunilha ao fundo .

Quando ir

Mendoza pode ser visitada todo o ano, mas devido ao  Festival Nacional da Colheita da Uva que é tradicional da cidade, recomendamos que vá entre dezembro e começo de março. 

Caso queira participar dessa festividade, elaboramos um roteiro bem especial com todas essas atrações para você visitar quando for a Mendoza. 

Nossa viagem será de 03 a 08 de março de 2020. Participaremos do festival e iremos na época da colheita. 

Conheça o nosso roteiro na íntegra clicando aqui. Ele está imperdível e repleto de experiências! Aproveite que a Argentina está aqui do lado e que ainda temos a facilidade de não precisar de passaporte

Qualquer dúvida que tenha ou caso queira solicitar um orçamento, envie uma mensagem para (11) 95020 - 0770.

Vem viajar com a Single!

Single Trips

COMENTÁRIOS

SOBRE

A Single Trips é uma agência de viagens para solteiros. Somos o caminho para quem quer viajar sozinho(a), mas com companhia!

SAIBA MAIS

NEWSLETTER

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail. Cadastre-se:

Arquivo