(11) 2592-1971
(11) 2592-1971 (11) 95020-0770
SEG A SEX 9h às 19h

Horário de atendimento: Seg a Sex 9h às 19h

Se preferir, entre em contato por e-mail

BLOG

Home » Travel » França, Suíça e Itália: como criar um roteiro para conhecer o melhor desses países?
14/11/2019 - Publicado por Single Trips - Travel

França, Suíça e Itália: como criar um roteiro para conhecer o melhor desses países?

Existem países europeus que são imperdíveis, mas pode ser uma tarefa difícil elaborar um roteiro para Europa quando se vai ao continente pela primeira vez. 

São inúmeras opções, mas caso queira aproveitar melhor a viagem, como se fosse um combo, te aconselhamos a visitar 3 países. Assim, você ainda consegue conhecer a região que nem um europeu: de trem!

Se você gosta de se sentir exclusivo e de aproveitar o melhor, te recomendamos criar um roteiro para Suíça, França e Itália! O motivo de ser cada um desses países vamos explicar ao longo deste artigo. Além disso, também falaremos sobre o que você pode fazer em cada um desses destinos.

Suíça

Suíça se destaca pela alta qualidade de vida, pelos seus famosos chocolates, relógios e pelos Alpes.  Mas a verdade é que o país esconde muitos mais tesouros. Recomendamos que visite Berna e Genebra, a sede da Nações Unidas.

1. Berna

Comece seu passeio pelo centro histórico. No centro histórico as ruas são estreitas e estão intactas desde sua construção entre os séculos XII e XV. Em tantos anos de história, um acontecimento marcou a cidade para sempre. No ano de 1405 um incêndio enorme acabou destruindo uma grande parte do centro histórico.

Para evitar uma nova tragédia, as casas da cidade passaram a ser construídas em Sandstone (Arenito). Hoje, isto se tornou uma marca do lugar, com todas as casas mantendo o mesmo padrão e cor.

Outra parte que merece destaque são as onze maravilhosas fontes de água do Século XVI, nas quais cada uma representa uma história diferente. Vale a pena conhecer.

Outro ponto turístico é a Clock Tower. Ela é um marco histórico da cidade. Construída em meados dos anos 1218 e 1220, serviu primeiramente como portão de controle da cidade e com o crescer de Berna a torre foi se expandindo e ficando mais alta para ter um maior alcance visual.

Também já serviu como uma prisão de mulheres, chamadas de “Priest’s Whores”. O local enclausuravam mulheres acusadas de ter relações sexuais com homens da igreja. Porém, no incêndio de 1405 a torre foi completamente queimada, muito de sua estrutura foi destruída, as celas foram abandonadas e a partir daí o relógio foi instalado.

O relógio astronômico é o monumento mais popular da cidade, são 800 anos de história, ele é realmente impressionante. Você pode agendar um tour para visitar seu interior, conhecer sua história e seu incrível mecanismo, além de apreciar uma vista maravilhosa do centro histórico.

2. Genebra

Além de fondue, queijos, chocolates, neve e montanhas, há um universo inteiro de arte, cultura, design, gastronomia, natureza, qualidade de vida, alto astral, tecnologia, ciência, cores e sabores que você ainda está por conhecer. 

Genebra no verão é a capital da qualidade de vida e da tranquilidade, o lugar perfeito para se desconectar e se reconectar, consigo mesmo, com a natureza e com o planeta.

Por lá qualquer visitante que se hospede em hotéis ou hostels ganha, automaticamente, o Geneva Transport Card, um cartão que dá acesso gratuito e ilimitado a todos os meios de transporte públicos disponíveis, incluindo barcos.

Em Genebra você pode visitar a Catedral de Genebra (Cathédrale de Saint Pierre, em francês) para ver a cidade do alto. Também visite o Lago Léman e o seu famoso Jet d’Eau, com 140 metros de altura.

Ali mesmo, na beira do lago, você também poderá apreciar o Monument Brunswick, que é o túmulo (réplica do túmulo da família Scaligeri, em Verona) do duque alemão Carlos II, que morou em Genebra. É uma construção impressionante!

E, já que está por ali, não deixe de fazer um passeio de barco pelo lago. Existem várias opções de durações, mas em geral o passeio demora entre 45 minutos e 2 horas, proporcionando um lindo visual da cidade e dos Alpes.

França

Já que já estará habituado com a língua francesa, estende sua viagem até a França. Mas ao invés de ir para Paris, se encante por Chamonix.

Fuja do tradicional e procure ter uma profunda experiência nessa vila charmosa. 

A cidade está a 1.035 metros de altitude, aos pés da montanha mais alta da Europa, o Mont Blanc. Sede da primeira edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, em 1924, o destino orgulha-se da natureza exuberante, 430 km de trilhas para caminhada, 27 pistas de esqui acima de 2 mil metros de altitude e um teleférico que leva os turistas ao fascinante topo do Aiguille du Midi. 

Percorrer sua charmosas ruas é estar sempre em companhia das mais altas montanhas, cujo Mont Blanc revela a natureza em todo seu esplendor.

Na caminhada pelas sossegadas ruas, é possível encontrar construções centenárias, como a Igreja de Saint-Michel, construída em 1709. Também na mesma praça, fica o sede do Escritório do Turismo de Chamonix, cuja visita recomendo fortemente.

Por lá encontra-se uma cozinha gourmet e variada, um ambiente acolhedor, festivo e cosmopolita. A riqueza da sua história, seu patrimônio cultural e arquitetônico único fazem de Chamonix um vilarejo alpino autêntico.

É um paraíso para os que querem praticar esportes, descansar ou apenas entrar em contato com a natureza, rica e exuberante do local.

Existem opções de atrações para todos os tipos de perfil e para todas as estações do ano.

A primeira é Mer de Glace, um passeio imperdível. A subida para lá é feita em um trem vermelho super charmoso, que sai do centro da cidade, da Gare de Montenevers, perto da estação de trem convencional. A subida dura em torno de 30 minutos e de lá tem uma visão incrível do maior Glaciar da França.

Já outra opção que recomendamos é a Grotte de Glace, uma estrutura toda feita de gelo com diversas atrações. E pra quem é gosta de esquiar, tem pistas incríveis.

O lado positivo é que essa cidade pode ser visitada o ano inteiro. Mas se pretende esquiar, vá no inverno (final de dezembro até março).

Itália

Para finalizar a viagem com chave de ouro, vá para a Itália. Existem outros países lindíssimos, mas Itália é o único que se encaixa perfeitamente para dar os últimos detalhes dessa viagem.

Indicamos a cidade de Milão. Ela é dinâmica e conhecida em todo o mundo pela indústria, a moda e o design. Menos conhecidos são seus aspectos históricos-culturais, seus jardins, seus estabelecimentos e bares históricos, seu lado moderno e o modo de ser milanês.

Monumentos que sugerimos para você visitar são:

- Duomo de Milão (catedral) – interior, subterrâneos (telhados quando pedido pelo cliente)
- Galeria Vittorio Emanuele
- Teatro alla Scala (externo)
- Castelo Sforzesco (parte externa)
- Parada para almoço rápido
- Bairro de Brera
- Bairro de Porta Nuova

Temos certeza que voltará para o Brasil renovada!

Caso se interesse, elaboramos um roteiro caprichado para essas 4 cidades. Nossa viagem será na melhor época: 01 a 11 de abril de 2020

Para saber mais detalhes sobre a viagem, clique aqui.

Qualquer dúvida que tenha também sobre esses países ou sobre o roteiro que indicamos, nos chame no WhatsApp: (11) 95020-0770.

A vida é HOJE! Deixa a Single te levar!

Single Trips

COMENTÁRIOS

SOBRE

A Single Trips é uma agência de viagens para solteiros. Somos o caminho para quem quer viajar sozinho(a), mas com companhia!

SAIBA MAIS

NEWSLETTER

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail. Cadastre-se:

Arquivo