(11) 2592-1971
(11) 2592-1971 (11) 95020-0770
SEG A SEX 9h às 19h

Horário de atendimento: Seg a Sex 9h às 19h

Se preferir, entre em contato por e-mail

BLOG

Home » Brasil » 3 dicas de ouro (que você nunca viu na internet) para quando for a Irlanda
12/09/2019 - Publicado por Single Trips - Brasil

3 dicas de ouro (que você nunca viu na internet) para quando for a Irlanda

Conhecer a Irlanda pode ser o sonho de muitas pessoas, inclusive foi o meu. Há três anos atrás, eu, Renata Guedes, assisti o filme “Casa comigo?” que se passa na Irlanda e, logo em seguida, já queria embarcar o quanto antes para o país.

O interessante é que o que mais me chamou a atenção não foi a história da comédia romântica e sim do quanto que a Irlanda é rica em cultura e, principalmente, em paisagens.

Assistir o filme me fez viajar pelos costumes locais e fiquei com aquele desejo de querer ver de perto os castelos que foram gravados, andar pelas ruas e me deliciar na gastronomia local.

Um Sonho

Eu sempre quis conhecer a Irlanda, mas confesso que depois desse filme eu fiquei com uma sensação de urgência. Queria mais do que nunca conhecer esse país.

O melhor de tudo é que, assim como eu, tiveram singles que também assistiram esses filmes, se encantaram pelo país e queriam conhecê-lo.

Não demorei então a criar um roteiro personalizado e confesso que foi uma viagem dos sonhos! Minha experiência na Irlanda foi tão feliz que resolvi compartilhar neste artigo algumas atrações que visitei e que recomendo, assim como também aqueles costumes locais que são poucos falados.

1. Para se divertir: sapateado

Se você busca um pouco de diversão à noite, indico para você Riverdance, um grupo de sapateado irlandês.

É difícil descrever o quanto que fiquei admirada com o talento do grupo. Diferentemente do sapateado que estamos acostumados, o irlandês parece que flutua e  a música é contagiante.

Na sua viagem, separe uma noite para apreciar essa dança local. Todo o nosso grupo se divertiu. ⠀

2.  Para apreciar: whiskey e cerveja Guinness

É muito fácil você encontrar um pub enquanto estiver na Irlanda. Este é um dos melhores lugares para você experimentar o autêntico whiskey irlandês e descobrir se o seu paladar é parecido com a maioria deles.

Mas minha dica é: tome muito cuidado para ingerir bebida alcoólica apenas enquanto estiver no bar. Se for pego com bebida alcoólica ou embriagado em espaço público, ganha uma multa de presente e corre risco de ser preso.

Por isso, se você estiver sozinha e não quiser arriscar, compre a bebida e experimente no hotel ou em casa. Será melhor.

Entretanto, se o seu paladar não gostar de whiskey, há outra bebida local que você pode experimentar. Eu confesso que provei e foi amor à primeira vista ou golada, se é que podemos dizer assim.

A Cerveja

Essa cerveja se chama Guinness e eu provei quando visitamos a fábrica. Recomendo que faça o mesmo caso Dublin esteja no seu itinerário (e eu torço para que a capital esteja!).

Só para você ter uma ideia da importância dessa cerveja, ela foi criada em 1759. Entretanto, só foi registrada em 1876, mas neste momento já fazia parte da cultura irlandesa.

Quando foi em 1908, há um século atrás, ela se tornou a cerveja mais consumida do mundo. Atualmente ela é engarrafada em cerca de 60 países e vendida em outros 90. Ela também detém 80% do mercado mundial no segmento de cerveja escura.

O sucesso se deve pela exigência e cuidado em manter o padrão de qualidade, e pelo fato de não ter mudado a receita. A cerveja é composta por malte irlandês, água de Dublin, lúpulo e levedura.

Mas além disso, existe toda uma técnica que é passada. Só para ter uma ideia, eu aprendi que ela deve ser servida em copo limpo e seco, jamais o copo estando quente. Com isso, posso afirmar que beber uma Guinness é muito mais do que tomar uma cerveja, é uma verdadeira experiência.

A bebida é tão famosa que existem lendas a seu respeito. Uma delas diz que a cerveja ajudou na recuperação de soldados oficiais de cavalaria feridos na batalha de Waterloo.

Outra garante que foi em uma mesa de bar, regada de Guinness, que surgiu a ideia do Guinness Book of Records, o livro de recordes mundiais lançado em 1955.

Então, se eu fosse você, já deixava essa atração registrada. A nível de curiosidade, a fábrica da Guinness é uma das principais atrações turísticas da Irlanda. Ela recebe 4 milhões de visitantes por ano. Tanto sucesso não é por um motivo qualquer, não é mesmo? Anote essa dica e aproveite!

3. Para se informar: anel Claddagh

Você já ouviu falar da história do anel Claddagh?

Há 300 anos atrás, um homem chamado Richard Joyce morava em  Claddagh, em Galway, uma cidade de pescadores na costa oeste da Irlanda. E, como muitos outros na cidade, Richard era pescador.

Na semana do seu casamento, Richard saiu para pescar e o navio que estava foi capturado por piratas. Todos os tripulantes foram vendidos como escravos e Richard virou escravo de um ourives turco.

Entretanto, por mais que o tempo passasse, Richard nunca esqueceu de sua noiva e enquanto aguardava o reencontro, fez para ela um anel para pedir sua mão quando voltasse. Esse primeiro anel ficou batizado como Claddagh ring (anel ou aliança de Claddagh).

Alguns anos se passaram e Richard finalmente conquistou sua liberdade. Quando voltou à sua cidade, descobriu que o seu amor ainda o esperava e ele cumpriu o seu desejo de dar o anel a sua amada. Eles aceitaram e viveram o famoso “felizes para sempre”.

O coração no anel significa o amor, a mão a amizade e a coroa simboliza a lealdade sem fim.

O mais interessante é que até hoje a tradição de dar o anel é mantida, seja de pai para filho ou para quando alguém deseja pedir a mão de seu amor em casamento.

Mas apesar dessa história está atrelada a casamento, pessoas de qualquer estado civil podem usar o anel, inclusive para demonstrar se o coração está comprometido ou não.

Segundo a tradição, funciona assim:

Anel na mão direita com a coroa para dentro: coração disponível.

Anel na mão direita com a coroa para fora: pessoa comprometida.

Anel na mão esquerda com a coroa para fora: a pessoa tem um amor sem fim por alguém e é correspondida.

Espero que essas curiosidades sobre a Irlanda possa despertar em você o desejo de conhecer o país.

A boa notícia que iremos retornar em junho de 2020, clica aqui! https://singletrips.com.br/tour/irlanda-uma-viagem-inesquecivel/

Qualquer dúvida que tiver, pode deixar nos comentários que irei te ajudar!

Até a próxima!

Single Trips

COMENTÁRIOS

SOBRE

A Single Trips é uma agência de viagens para solteiros. Somos o caminho para quem quer viajar sozinho(a), mas com companhia!

SAIBA MAIS

NEWSLETTER

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail. Cadastre-se:

Arquivo